quinta-feira, 9 de maio de 2013

4.ª sessão – Fotografia – “Football in Guinea-Bissau”


Football in Guinea-Bissau”, de Daniel Rodrigues (2013)



A fotografia do português Daniel Rodrigues intitula-se “Football in Guinea-Bissau” e ganhou o primeiro prémio do “World Press Photo”, na categoria Daily Life, em 2013.
            O que sobressai nesta fotografia é o movimento e a sensação de liberdade que as crianças que jogam futebol transmitem. As cores dominantes são o branco e o preto e a poeira cinzenta chama a nossa atenção. Talvez estas cores representem a vida destes meninos: uma vida sem cor, muito difícil. Penso que a brincadeira é muito importante para eles, porque não devem ter muitos momentos de felicidade. Também podemos concluir desta linda fotografia que o futebol toca todos os meninos da mesma forma, quer estejam em África ou em Portugal e tenham diferentes religiões. Parece que é um desporto universal.
Eu escolhi esta fotografia porque fiquei imediatamente contagiada pela alegria transmitida por estas crianças e, claro, por ter sido tirada pelo português Daniel Rodrigues.

Daniela Ribeiro 9ºB Nº9

terça-feira, 30 de abril de 2013

4.ª sessão – Fotografia – “AT THE DANDORA DUMP”


“AT THE DANDORA DUMP”



            Esta fotografia intitula-se “AT THE DANDORA DUMP” e quem a fotografou foi Micah Albert, um fotógrafo norte-americano. Foi premiada pela World Press Photo 2013 na categoria Contemporary Issues.
As diferentes cores que esta fotografia apresenta, apesar de serem cores fortes, como o laranja, o amarelo e o azul, parecem gastas, assim como o mundo está gasto e degradado. Penso que este fotógrafo não pretendeu transmitir uma imagem agradável do mundo, talvez quisesse chocar quem a vê, através das grandes quantidades de lixo. Na verdade, produzimos, todos os dias, muito lixo e pouco ou nada nos interessa para onde ele vai e as consequências que pode trazer para o meio ambiente e para nós que dele dependemos.
No meio de tanta tristeza, podemos tirar algo de bom desta fotografia que é o valor das pequenas coisas e que nos é transmitido pela senhora que, apesar de estar no meio de uma lixeira, consegue aproveitar algo que para ela deve ser de um valor enorme. O seu rosto mostra-nos que sente um prazer imenso da leitura, o que nos leva a pensar que o que para muitos parece insignificante para outros é um tesouro.
             Escolhi esta fotografia porque retrata uma realidade que a maior parte das pessoas ignora ou finge não conhecer, mas ela existe e tem vindo a aumentar. Refiro-me não só à poluição, mas também ao facto de só os bens materiais, que muitas vezes não são essenciais, serem tão valorizados. Há pessoas que têm tanto e se queixam e há outras que têm pouco ou nada, mas esse nada tem o maior valor do mundo.
                                 
                                                                         Filipa Fonte 9ºB 

domingo, 10 de março de 2013

Book trailer - Rafa e a liberdade, de Fátima Pombo

video
       Filipa Fonte
   9.ºB 
                                                                                                          

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

A primeira SMS -

Aqui está o artigo do jornal Sol que escolhemos para partilhar.

Referência bibliográfica:

Primeira SMS foi recebida há 20 anos. Sol [Em linha]. [Consult. 03-12-2012]. Disponível em: http://sol.sapo.pt/pesquisa/default.aspx?search=primeiro%20sms&domain=pt 



Daniela Ribeiro
Filipa Fonte
9.ºB